POR QUE UMA DECEPÇÃO PODE CAUSAR MAIS DECEPÇÕES

A decepção geralmente tem o poder de causar novas decepções, quando culpamos o outro lado.

O relacionamento envolve duas pessoas, uma e outra se relacionam através da comunicação, da tolerância, do amor, companheirismo, paixão, dialogo e muitas outras coisas.

Sempre projetamos no outro os nossos desejos e objetivos, mas nem sempre as coisas fluem como imaginávamos e tudo vai por água abaixo, temos então decepções.

O relacionamento é terminado e culpamos o outro por nos fazer infeliz e mais, por não ter sido fiel as nossas expectativas, neste momento a decepção se instala.

Culpar o outro e depois a si mesma é algo que acontece naturalmente e para as coisas piorarem a mágoa e a tristeza nos invade, nesse momento nos embotamos e ai vem a solidão, queremos nos separar do mundo.

Mas como novas decepções surgem?

Geralmente para esquecer dos acontecimentos e preencher o vazio que ficou, colocamos um band-aid na ferida, não limpamos a ferida, nem ao menos colocamos um merthiolate, simplesmente queremos uma proteção , e é neste momento que as coisas se complicam, vamos atrás de um novo relacionamento, em geral igual ou pior que o anterior.

Você vai me perguntar, mas por quê?

Por que não trabalhamos as nossas emoções, estamos travados, bloqueados, e queremos alguém não por amor, mas por preencher o vazio que a dor promoveu, não tivemos tempo de trabalhar as nossas dificuldades, os hábitos negativos que geraram o rompimento, como disse no começo do artigo, relacionamento envolve duas pessoas, 50% de cada um esta imerso na relação, eu erro, mas o outro erra, o hábito negativo de ambos proporcionou o desacordo, e ele simplesmente não sumiu depois que tudo terminou, você carrega ele com você, pode ser ciúmes, dominação, insegurança, falta de dialogo, objetivos diferentes, coisas desse gênero que vão recorrer ou seja tornarão a acontecer, criando mais e mais decepção.

Na pratica é o que tenho mais observado, pessoas que saem de um relacionamento e em poucos meses já estão com outra pessoa, cometendo os mesmos erros, diante dos mesmos problemas, e se entregando a novas desilusões.

Cheguei a chamar a atenção para alguns de meus pacientes sobre esse mecanismo e eles me disseram que se relacionar faz com que se esqueçam da dor, da tristeza do ultimo relacionamento.

Mas em verdade eles estão lá sentados comigo pelos mesmos motivos da relação anterior, é um replay de fatos, os mesmos problemas, duvidas e desilusões.

Então uma dica primordial é que após um ferimento, que você não se dele, pois se você se esquecer ele vai infeccionar, e a situação vai piorar.

A primeira coisa a fazer é chorar, você vai pensar em reter o choro, mas ele é natural, a dor faz isso com a gente, é quase que instintivo, não se prenda, quando você era criança o que você fazia quando levava um tombo? Apenas chorava.

A Segunda coisa é lavar o ferimento, ou seja liberar as emoções, conversar com pessoas maduras sobre o que aconteceu, não é lamentar-se é trocar idéias e emoções saudáveis, novos planos e caminhos.

A terceira coisa é passar aquele merthiolate, a coisa mais difícil de tudo, muitas vezes até arde, é tentar entender o que ocorreu não procurar erros no outro ou em você, mas encarar de frente as coisas que não funcionaram bem, os desgastes, as causas e origens.

Depois a próxima coisa a fazer é tapar a ferida com uma gaze, ou um band-aid, é a proteção, ou seja muita calma e paciência pois o tempo vai curar e os anticorpos dentro de você que são os seus pensamentos positivos, para tudo isso é necessário dar um tempo a tudo e ir aos poucos trabalhando coisas que você deixou de fazer, coisas que eram importantes e você renunciou.

É claro que você vai pensar muito sobre tudo, isso é normal e até saudável se não for constante, mas com o tempo você vai aos poucos se curando, ouvir um CD de mentalização ajuda e muito, acalma seu espírito e lhe dá forças para vencer.

Porém não se esqueça de sempre estar trocando o seu curativo, se a ferida for grande é necessário um antibiótico ou seja fazer uma terapia que vai te ajudar de uma forma extraordinária.

Depois de um tempo, ai sim, você esta fortalecida e preparada para seguir em diante, preparada para ter novos relacionamentos, sem cair em armadilhas, agora a sua sintonia esta melhor, a sua auto-estima mais elevada, e você pode realmente desfrutar daquilo que você quer.

Essas dicas de primeiros socorros são fundamentais nesses casos de feridas e dores, esperamos que esse artigo possa ser um analgésico para a sua dor, afinal todos nós caímos uma vez ou outra, o importante é saber se curar.

Dr. Paulo Valzacchi


As páginas da Magnífica® não enviam executáveis, anexos ou downloads.

E-MAIL - sbayub@gmail.com

Estilo Net - Direitos Reservados