RADIESTESIA

Quando se estuda Radiestesia e Radiônica, o interessado fica muito preocupado em adquirir os melhores livros e técnicas para se obter o maior sucesso.Entretanto, aquilo que deveria ser sua maior preocupação, normalmente é esquecido.

Esquece, o interessado de si próprio,que tem que progredir como ser humano e nada melhor que isso, do que o conhecimento e o estudo da filosofia Huna, que nada mais é do que a Filosofia da Trindade Humana. 

Há mais ou menos um século, Freud descobriu a existência dos três EUS .O Eu Inferior(inconsciente), o Eu Médio(consciente) e o Eu Superior(superconsciente), mas esses três EUS, já eram conhecidos pelos Kahunas, há mais de 5000 anos e que lhes davam o nome de: Unihipili, Uhane e Aumakua, respectivamente. É fundamental a boa ligação desses três EUS, para que tenham sucesso em qualquer atividade e especialmente, quando temos em vista o estudo da Radiestesia e da Radiônica.

Essa interrelação é melhor feita, quando eliminamos os bloqueios que temos originados de sentimentos e pensamentos negativos, que tem sua origem em problemas emocionais, espirituais e energéticos. Buscando eliminar os bloqueios que atrapalham essa evolução, deve-se dedicar a aprender a perdoar.

Por isso antes de expor um breve relato do que é a Radiestesia e Radiônica achei conveniente abri-lo com a Oração do Perdão.

A Radiestesia tem sido amplamente desenvolvida através dos tempos; sendo a mesma utilizada para auto-ajuda,  proteção e acima de tudo em benefício da saúde.

Aqui está escrito uma noção básica para aqueles que não conhecem o significado e a importância de um assunto que requer estudo dedicação e seriedade. Na prática da radiestesia, utilizam-se vários instrumentos, sendo que o mais comum é o pêndulo.

O pêndulo é um dos meios de que dispomos para falar com nossa mente inconsciente e seu formato deve ser sempre simétrico, redondo ou alongado. Não importa se ele é de madeira, cristal ou metal. O importante é que deve ser uniforme para que não haja desequilíbrio de peso em si próprio.

Teoricamente, o pêndulo não erra, porque o inconsciente dá sempre respostas acertadas, desde que a pergunta seja feita à nossa Mente Inconsciente de forma precisa, para que a resposta seja positiva ou negativa, ou ainda com outras combinações previamente treinadas. Para se ter sucesso com a radiestesia, é preciso que a encaremos como arte e ciência ao alcance de todos. Temos que estudar e entender a nossa mente, mas como este é um estudo profundo, as pessoas pouco gostam de o fazer, e então, justificam os resultados obtidos a dotes paranormais

Por isso, passam a dizer que a radiestesia é um produto do sobrenatural, que não está ao alcance de meros mortais, o que não é real. Tal concepção não deve afetar quem estiver interessado em aprende-la, pois ela nada mais é do que a manifestação do nosso inconsciente, faculdade que todos temos.

As pessoas não utilizam os conhecimentos que estão no recôndito de suas mentes (inconsciente), desprezando assim o que não é racional e nem lógico. Portanto, a radiestesia não  tem conotação mística e nem é de exclusividade de uns poucos iluminados.

A radiestesia praticamente é o ato de transformar em efeitos físicos essas manifestações intuitivas.  O que o interessado tem a fazer é desenvolver o método de entendimento do seu inconsciente.

A radiestesia é a arte de se sensibilizar com radiações.

O termo vem do latim (radius) que significa radiações e do grego (aesthesis), que quer dizer sensibilidade, ou seja, sensibilidade à radiação. É cientificamente comprovado que todos os corpos emitem radiações na forma de ondas (vibrações), que nos rodeiam o tempo todo e estimulam de forma contínua nosso sistema nervoso, que as conduzem ao cérebro onde ficam registradas em nosso inconsciente, pois tudo vibra, tudo irradia no Universo, do exterior para o interior.Quando entramos em sintonia com as ondas externas, o cérebro as capta e manda a informação para o nosso inconsciente e esse emite ondas internas através da sensibilidade neuromuscular, provocando a reação externa em forma de movimentos nos instrumentos radiestésicos utilizados no momento (varinha, pêndulo, aurameter,etc.) .

Sendo assim, o instrumento radiestésico funciona como amplificador e passa a ser um prático instrumento de conhecimento e autoconhecimento, que a partir de determinados movimentos nos fornece respostas claras e objetivas a questões de qualquer natureza, tais como diagnósticos médicos, existência de jazidas, águas subterrâneas, pessoas e objetos desaparecidos, etc.

Essa pesquisa só é possível de ser realizada, quando ocorre a perfeita sintonia entre as radiações dos objetos ou anomalias e nosso sistema neuromuscular. A essa sintonia dá-se o nome de ressonância.  Dessa forma, o nosso sistema emite impulsos involuntários que provocarão movimentos nos instrumentos radiestésicos. Sendo assim, o objeto da pesquisa irá atuar como um emissor, o cérebro como um receptor e o instrumento radiestésico como um amplifica dor.

PÊNDULO(PÊNDULO)    AURAMETER (AURAMETER)

 

As páginas da Magnífica® não enviam executáveis, anexos ou downloads.

E-MAIL - sbayub@gmail.com

Estilo Net - Direitos Reservados

eXTReMe Tracker