O Julgamento

(Hermes Psicopompe, o acompanhante das Almas)


Hermes reflete o processo que ocorre em determinados momentos críticos da vida, ou seja, uma somatória de experiências passadas que se juntam para compor um grande mosaico. Representa também as conseqüências daquelas experiências e a necessidade de compreendê-las e aceitá-las.
Essa somatória não é uma função intelectual propriamente dita, mas uma espécie de "cozimento", de amadurecimento dos ingredientes "turvos" do inconsciente.
É o chamado para que o morto desperte para as várias decisões e ações que realizamos, juntando todos os frutos e fazendo a colheita.
A carta do julgamento prenuncia o período da recompensa pelos esforços empreendidos anteriormente, mas sendo uma carta ambígua, pode também indicar o confronto perturbador com nossas próprias traições e fugas. A recompensa pode nem sempre ser agradável.

Todas essas análises e figuras foram extraídas do livro "O Tarô Mitológico" Juliet Shaman- Burke e Liz Greene

As páginas da Magnífica® não enviam executáveis, anexos ou downloads.

E-MAIL - sbayub@gmail.com

Estilo Net - Direitos Reservados