A Torre (Labirinto de Minos)


Nesse momento nos deparamos com o famoso Labirinto de Minos, destruído por um terremoto quando o irado Poseidon surgiu das águas para deitar abaixo o reino.
A Torre partida pelo deus retrata a destruição de antigos padrões. Ela é a única estrutura construída pelo homem presente nos Arcanos Maiores, e exatamente por isso representa as estruturas tanto internas como externas que construímos para servirem de defesa contra a vida e como esconderijo para os aspectos negativos e menos agradáveis de nossa personalidade.
De um modo geral, a Torre é a imagem das fachadas socialmente aceitáveis que adptamos para esconder nossa fera interior. Ela é a estrutura dos falsos valores ou daqueles já superados , daquela postura diante da vida que não se origina do ser como um todo, mas que vestimos como a roupa de um determinado personagem de uma peça, apenas para impressionar a platéia. A Torre também representa as estruturas que construímos no mundo externo para completar o nosso eu incompleto.
Num jogo ela prenuncia a quebra ou o rompimento de formas e estruturas vigentes.
Essa carta da mesma forma que a Morte e o Diabo, depende muito da atitude do indivíduo frente às dificuldades e ao sofrimento numa separação.
Contudo, a Torre cairá ainda assim independente de nossa vontade, não por causa de obra do destino, mas porque algo dentro do indivíduo atingiu o ponto de ebulição e já não pode ser contido.

Todas essas análises e figuras foram extraídas do livro "O Tarô Mitológico" Juliet Shaman- Burke e Liz Greene

As páginas da Magnífica® não enviam executáveis, anexos ou downloads.

E-MAIL - sbayub@gmail.com

Estilo Net - Direitos Reservados